“Às vezes doce,
Às vezes amarga,
Às vezes forte,
Às vezes suave,
Mas sempre irresistível
E cheia de segredos.
Mulher, ‘Só ela é assim’
Homenagem da Campari ao Dia Internacional da Mulher”

éissaê. parabéns muguegada.

quando viu que estava na minha direção, foi mudando o rumo, formando um meio-círculo imaginário.
murmurou algo e olhou disfarçadamente para mim. sentiu o olhar sendo correspondido, e rapidamente abaixou a cabeça, apressando o passo e sumindo de vista em um pulo certeiro.
eu sabia.
as suspeitas indicaram: a Mel mais uma vez havia revirado meu lixo!

Mel é a gata da vizinha, vira-lata em todos os sentidos – principalmente quando se trata do meu lixo…

..fazem lembrar algum parente desinformado-digital (e quero ficar cega da perna esquerda se eu disser que é minha mãe):

eeei! esses ingressos que você me vendeu foram falsificados na internet!
-ééééé…! …e o que é internet?

(duas velhinhas conversando em Se liga, Ian!)

…como Batman e Robin eram (eram?) estúpidos (e redundantes):

Santa areia movediça, Batman!
….
Olhe Robin, a casa se mexe sozinha!
-Sim Batman, a casa se mexe sozinha!

(Batman e Robin em um episódio muito velho de Scooby Doo)

…que algumas palavras podem soar…estranhas.

Eu sou um bombardeeeeeeio!
(vítima de Pica-Pau)

a Renata faz anos, o azar é o dela…
dia 2 ao som de Amy Winehouse, Strokes, Paramore, 
amigos da época da escola, docinhos com formato de cereja,
bolo com coraçõezinhos e churrasco de picanha, 
eu comemorei meus 23 aninhos…hehe.

selinho da vez:
Blog cabeça, dado pela miguxa Bru.

Eu passaria à todos os meus leitores, mas já que posso indicar só alguns blogs, vamos lá:
Mari, Rithynha, Lilika (mamuxa!) e Thaís. (rasgação de seda off)

…e mais uma vez, a maldita oi/telemar nos sacaneaou.
prometeu, garantiu…e não cumpriu. resultado? pagamos uma coisa que não usufruímos, e em troca recebemos a notícia que era uma mentira, que realmente aqui não dá pra colocar a bosta da banda larga.

eu não quero começar a pensar que talvez fique sem internet sabe-se lá quantos anos (a via rádio daqui tá dando problemas e terá que ser retirada). não quero voltar nem a pau pra discada. não quero pensar que a escapatória que tenho de desabafar, de conversar com alguém pelo menos virtualmente (já que pessoalmente é coisa de a cada três meses) seja eliminada.

*festadomingo, vai ser ótimo, vou me divertir, muitas fotos, telemar dos infernos…*
hare hare hare krishnaaaaaaa…

(pérola automotiva II –  o retorno)

voltando pra casa, um pequeno engarrafamento –
guardas de trânsito, carros que formam 4 fileiras em uma pista que na verdade funcionam duas. 
brilhante idéia do marido:

-vou pegar outro caminho.

dá a volta, entra num buraco (que lugar era aquele meldels?),
carro balança pra cá, pra lá, estrondos do carro encostando no chão (!!!) [desespero on ]
ufa. asfalto. rua. carros.

-nossa, ainda bem que você conhecia esse caminho!
eu???
[cara de desespero mode 2!!!]

ps: meu marido é doido de pedra.
ps²: mais doida sou eu, que casei com ele.